Isaías 52.1-12: Quão formosos são os pés dos que anunciam as boas-novas

Isaías 52.1-12 – Quão formosos os pés dos que anunciam boas novas

 Introdução:

Vivemos dias de desesperança. Em meio à desesperança, clamamos por uma gota de esperança. Como familiares que aguardam ansiosamente pela palavra do médico ao fim de uma cirurgia gravíssima. Quando o médico dá uma boa notícia, a alegria é muito grande. A notícia que alguém passou no vestibular. A notícia de uma gravidez muito esperada. Da volta de um ente querido da guerra. Da resposta positiva para uma entrevista de emprego.

 

Contexto:

Israel nesse caso está aflita. Isaías, como profeta, assim como prevê a vinda do Senhor Jesus, prevê que o povo de Israel seria exilado e tornado cativo. Nesse momento o povo estaria desolado, sem esperança. Em uma terra distante, o templo seria destruído, a arca levada e nunca mais voltaria. Tudo isso por causa do pecado do povo de Israel. A profecia de Isaías está baseada em Isaías 1.2: “Ouvi, ó céus, e dá ouvidos, ó terra, porque o SENHOR é quem fala: Criei filhos e os engrandeci, mas eles estão revoltados contra mim”.

O povo de Israel abandonou o Senhor e por causa disso chegaram ao fundo do poço. Agora, no exílio, eles estão destroçados. E Deus traz uma palavra, por meio de Isaías, para aquele povo.

 

  1. A necessidade de despertamento espiritual

Necessidade de abrir os olhos espirituais para nossa situação.

Vs 2 “Sacode-te do pó, Levanta-te e toma assento”. É necessário uma mudança de atitude.

“Solta-te das cadeias do teu pescoço, ó cativa, Filha de Sião”. É necessário se libertar da escravidão do pecado.

Deus está exortando seu povo a voltar-se para ele. A se arrependerem de seu pecado, e não serem tomados de um sentimento de autocomiseração, mas de olharem para o Senhor.

Como poderiam se libertar? Não é do cativeiro físico, que Deus está falando. É do cativeiro espiritual. O cativeiro físico foi apenas a forma de Deus mostrar ao seu povo que já eram escravos antes mesmo de irem para a Babilônia. E lá na Babilônia, o cativeiro espiritual precisava acabar, para então serem libertos fisicamente.

Vs. 3 “Por nada fostes vendidos e sem dinheiro sereis resgatados”. Pela graça.

 

2) Por que o Senhor livra o seu povo?

Vs. 5, 6: “Agora, que farei eu aqui, diz o SENHOR, visto ter sido o meu povo levado sem preço? Os seus tiranos sobre ele dão uivos, diz o SENHOR, e o meu nome é blasfemado incessantemente todo o dia. Por isso, o meu povo saberá o meu nome; portanto, naquele dia, saberá que sou eu quem fala: Eis-me aqui”.

Quem livra é o Senhor. Em Isaías 6 vemos o profeta dizendo ao Senhor: Eis-me aqui. Agora, é o Senhor quem diz ao seu povo: Eis-me aqui. Deus está presente para livrar o seu povo.

Por quê?

Por amor do seu nome:

Ezequiel 20.9: O que fiz, porém, foi por amor do meu nome, para que não fosse profanado diante das nações, no meio das quais eles estavam, diante das quais eu me dei a conhecer a eles, para os tirar da terra do Egito.

Ezequiel 20.14: O que fiz, porém, foi por amor do meu nome, para que não fosse profanado diante das nações perante as quais os fiz sair.

Ezequiel 20. 22: Mas detive a mão e o fiz por amor do meu nome, para que não fosse profanado diante das nações perante as quais os fiz sair.

Ezequiel 20.44: Sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu proceder para convosco por amor do meu nome, não segundo os vossos maus caminhos, nem segundo os vossos feitos corruptos, ó casa de Israel, diz o SENHOR Deus.

POR AMOR DO SEU NOME. POR CAUSA DA GLÓRIA DE DEUS.

Deus não precisa nos amar. E ele não nos ama porque temos algo a oferecer. Deus não nos ama pelo que podemos fazer ou oferecer a ele. Mas ele decidiu nos amar. Ele nos conheceu antes de nos formar, e decidiu nos amar. Por causa dos seus decretos, do seu nome, que ele colou em nós, então ele nos preserva até o fim. Ele nos guarda e nos liberta. E com dano próprio, nos salva.

 

3) As Boas Novas estão vindo

Vs. 7: “Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!

a) O portador da Mensagem

O Atalaia. Era aquele que vigiava sobre os muros. Eles podiam ter notícias boas ou más. Eles tanto anunciavam quando nações inimigas estavam à espreita, quanto quando o rei saía da cidade, avistavam seu rei voltando em segurança. Neste caso, eles, com seus próprios olhos avistam o retorno do SENHOR a Sião.

Deus está vindo salvar a cidade. Os portadores da boa notícia gritam para o povo com alegria, dizendo que a salvação está chegando.

b) O Conteúdo da Mensagem

Boas-Novas.

Paz. SHALOM – presença de Deus. Estado de bem-aventurança.

Coisas Boas.

Ouvir a Salvação. yeshuah

O que é: O teu Deus reina! (Malech elohaiq)

O que precisamos entender no exílio é que Deus continua reinando. Nos Salmos, o editor colocou os salmos em ordem com os seguintes temas: Livro 1: confrontação. Livro 2: proclamação. Livro 3: devastação. Livro 4: maturação. Livro 5: exaltação.

O livro 1 e 2 estão ainda em um contexto de Israel no período monárquico. No livro 3, temos o período do exílio. Quando o povo vê o templo sendo destruído, a arca levada. No livro 4, no exílio, não há mais a figura de um rei, e a ênfase dos salmos nesse livro é: YHWH melech, O SENHOR reina.

Quando Isaías percebeu isso seu ministério foi transformado. Isaías 6.1: No ano da morte do rei Uzias, parente de Isaías, eu vi o SENHOR assentado no trono.

c) O Resultado da Mensagem

Vs. 9-12

– Rompei em júbilo. Exultai à uma. (Alegria da salvação. Alegria em Deus).

– Retirai-vos, purificai-vos. (Santidade. Andar nos seus mandamentos).

– Não apressadamente, mas o SENHOR irá adiante de vós, e será a vossa retaguarda. (Dependência de Deus). É ELE QUEM SALVA. Como?

CONCLUSÃO:

Na sequência temos Isaías 52.13-53.12, falando sobre o Sofrimento vicário do Servo do SENHOR.

Como Deus salva seu povo? Por meio da morte do seu único filho na cruz do Calvário.

 

Isaías 53:

13 Eis que o meu Servo procederá com prudência; será exaltado e elevado e será mui sublime.

14 Como pasmaram muitos à vista dele (pois o seu aspecto estava mui desfigurado, mais do que o de outro qualquer, e a sua aparência, mais do que a dos outros filhos dos homens),

15 assim causará admiração às nações, e os reis fecharão a sua boca por causa dele; porque aquilo que não lhes foi anunciado verão, e aquilo que não ouviram entenderão.

54. 1 Quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do SENHOR?

2 Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha aparência nem formosura; olhamo-lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse.

3 Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso.

4 Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

5 Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

7 Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.

8 Por juízo opressor foi arrebatado, e de sua linhagem, quem dela cogitou? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo, foi ele ferido.

9 Designaram-lhe a sepultura com os perversos, mas com o rico esteve na sua morte, posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca.

10 Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos.

11 Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si.

12 Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu.

 

Para quê?

Isaías 54.1-14

1 Canta alegremente, ó estéril, que não deste à luz; exulta com alegre canto e exclama, tu que não tiveste dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária do que os filhos da casada, diz o SENHOR.

3 Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; a tua posteridade possuirá as nações e fará que se povoem as cidades assoladas.

4 Não temas, porque não serás envergonhada; não te envergonhes, porque não sofrerás humilhação; pois te esquecerás da vergonha da tua mocidade e não mais te lembrarás do opróbrio da tua viuvez.

5 Porque o teu Criador é o teu marido; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; ele é chamado o Deus de toda a terra.

6 Porque o SENHOR te chamou como a mulher desamparada e de espírito abatido; como a mulher da mocidade, que fora repudiada, diz o teu Deus.

7 Por breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias torno a acolher-te;

8 num ímpeto de indignação, escondi de ti a minha face por um momento; mas com misericórdia eterna me compadeço de ti, diz o SENHOR, o teu Redentor.

13 Todos os teus filhos serão ensinados do SENHOR; e será grande a paz de teus filhos.

14 Serás estabelecida em justiça, longe da opressão, porque já não temerás, e também do espanto, porque não chegará a ti.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: