Salmo 23: O Senhor é meu pastor

Salmo 23 – O CORDEIRO DE DEUS

Introdução

Davi já havia passado por muitas situações que teve que depender do cuidado e da salvação de Deus. Ele era um bom pastor e tinha um cuidado grande com as ovelhas. Davi sabia que queria o melhor pra as ovelhas. Sabia que Deus pensava ainda mais que ele. Davi já havia lutado com um leão e com um urso para defender seu rebanho.

Davi sabia do cuidado de Deus para com ele. Nos pontos altos, e nos pontos baixos. Ele viu como Deus cuidou dele diante de Golias, dando-lhe grande vitória. Na caverna de Adulão, quando perdeu tudo. E como Deus estava com ele quando Ziclague é queimada e as mulheres e seus filhos são sequestrados. Deus esteve ao seu lado cuidando dele.

Vivemos altos e baixos. Montanhas e vales. Mas sempre conduzidos pelo Supremo Pastor.

 

1) O cuidado pastoral de Deus (1-3) – O Salmista fala para o ouvinte

Começa a oração não se dirigindo a Deus como altíssimo, como Todo-Poderoso, como Senhor dos Exércitos.

Ele começa com YHWH Roíy. O Senhor me pastoreando. O Senhor meu pastor.

Eu não terei falta de nada. Não é dispensa cheia. De nada terei falta, não se diz respeito as coisas em si, mas como eu reajo diante das circunstâncias ao meu redor. Há quem tenha quase tudo e só reclama. Há quem tenha muito pouco, e é extremamente grato. Deus nos trata como o pastor trata as ovelhas em Israel. Não sentiremos falta de nada, porque temos a presença do pastor conosco, ele nos basta.

1) Me leva a pastos verdejantes

Deus nos dá a provisão: nos alimenta. Não apenas o alimento em si, mas o maxilar funcionando, o aparelho digestivo funcionando. Ele nos sustenta.

2) Me conduz a águas tranquilas

Estava em um ambiente desértico. A maior parte da terra é árida e semiárida. Seis meses sem chover. Ao olhar para Israel, as cabras e ovelhas em meio ao deserto, é difícil compreender isso. Tem a ver com o bem-estar da ovelha. Deus faz um manancial no deserto. Ele produz um manancial no deserto para nos alimentar.

Refrigera-me a alma: Deus cuida de nossa alma. Ele nos protege do mal. E nos alimenta no deserto. Nos sustenta na aflição. Refrigera a nossa alma. Ele guarda o nosso coração.

Nephesh – na maior parte das vezes não significa apenas alma, mas vida como um todo. Deus nos refrigera como um todo. Envolve a provisão como um todo. Ele nos renova. Ele traz refrigério. Ele restaura o vigor. Ele traz refrigério (restaura, renova).

Guia-me nas veredas da justiça: ovelhas tem caminhos de justiça? No contexto do pastor cuidando de ovelhas, estamos falando de caminho certo. Ovelha é o bicho mais bobo que existe. Fácil de se perder, de ser enganado, e ser levado. Ela se expõe ao ataque do animal perigoso, pode cair no buraco. Por que Deus não nos deixa nos arrebentar? Por que ele garante que andaremos em uma vereda justa, plana, reta, boa, totalmente justa?

Por amor do seu nome: se depender das nossas qualidades estamos perdidos. Ele garante a situação por amor do seu nome. Ele colou seu nome em nós. E por amor de si mesmo ele resolveu o problema.

A questão aqui não é que ele nos dará tudo que queremos. Ele nos dará tudo que precisamos. Às vezes meu filho precisa de injeção. Às vezes, daqui um tempo, precisará de umas palmadas. Não falta porque Deus cuida de nós em todos sentidos. Como?

2) Devemos confiar em Deus em todas as circunstâncias (vs 4) – O Salmista se dirige ao Senhor

Ainda que eu ande no vale da sombra da morte: Como funciona o relevo de Israel com suas montanhas (Montanha com mais de 2.800m de altura e uma região com 400m abaixo do nível do mar – Mar Morto). Nesse caso, no relevo acidentado de Israel, o pastor conduz as ovelhas por altos e baixos, por montanhas e por vales escuros.

Mesmo quando eu andar. Já que eu irei andar. É certo que isso acontecerá. Não é uma possibilidade remota, é uma certeza. Virá o vale. Mas não temeremos, porque Deus está no controle.

A tua vara e o teu cajado me protegem: A vara serve para apartar os animais ferozes, e para corrigir a ovelha rebelde. O cajado serve para trazer a ovelha para perto e tirá-la do perigo.

Agora Davi afirma: já que eu terei que andar pelo vale da sombra da morte não temerei porque tu estás comigo.

O mesmo pastor que conduz o rebanho a águas tranquilas e isso são veredas justas, ele também leva o rebanho para o vale escuro e isso também é um caminho justo. A provação tem um propósito. Aqui o salmista sabe que Deus pode provar-nos e isso cumpre o seus desígnios justos e santos do Deus do Pacto.

Tu estás comigo, teu bordão e teu cajado me consolam. A presença consoladora de Deus está conosco em todos os momentos.

Ilustração: A primeira confissão de fé reformada do Brasil foi escrita por Jean du Bourdel e assinada de próprio pinho também por Matthieu Verneuil, Pierre Bourdon e André la Fon. Du Bourdel era o mais velho deles e por isso o redator. Estes eram jovens calvinistas franceses que desembarcaram na Guanabara em 7 de março de 1557 e foram perseguidos por Villegaignon por causa de sua fé reformada e foram submetidos a um questionário sobre matéria de fé onde seriam julgados se eram hereges ou não. Eles tiveram doze horas para responderem por escrito. Por conta desta confissão, três deles, a saber: Jean du Bourdel, Matthieu Verneuil e Pierre Bourdon não negaram sua fé e foram mortos em 1558, sendo atirados de um despenhadeiro, rendendo suas almas a Cristo.

Eles escreveram dezessete capítulos. Antes de morrer, Pierre Bordon quis saber a causa de sua morte e foi-lhe respondido que a causa era a sua assinatura em uma Confissão herética e escandalosa. Essa confissão calvinista ficou conhecida como A Confissão da Guanabara.

3) A salvação por meio do Cordeiro – vs. 5 – O Salmista se dirige ao Senhor

Agora o salmista muda a figura. Antes um pastor conduzindo uma ovelha para alimenta-la e depois para um vale escuro.

Agora, Ele mostra um rei. Ele está na mesa com um cálice diante dos inimigos. Poderia ser uma festa de vitória do rei sobre seus inimigos. O cálice significa ira sendo derramada.

“Porque na mão do SENHOR há um cálice cujo vinho espuma, cheio de mistura; dele dá a beber; sorvem-no, até às escórias, todos os ímpios da terra”. Salmos 75.8

Alguém poderia pensar que aqui seria Deus entregando nas mãos de Davi, seu servo e sua ovelha os seus inimigos para serem destruídos. Normalmente quando interpretamos o salmo, aplicamos diretamente a nós, como se estivéssemos sendo honrados na mesa, e Deus está entregando em nossas mãos os inimigos. Mas essa interpretação está incorreta. NÓS SOMOS OS INIMIGOS.

Esse salmo não se trata de apenas de Davi.

Nos Salmo 22 e 24 temos salmos messiânicos. No primeiro temos o sofrimento do Messias enquanto no segundo temos a glorificação do Messias.

O Salmo 23 também aponta para Cristo.

Ele é a ovelha sendo guiada pelo pastor. O cordeiro que tira o pecado do mundo. Ele é a ovelha conduzida pelo pastor para o vale da sombra da morte a fim de nos redimir.

Agora, o Cristo, o ungido, tem diante de si os seus inimigos e um cálice, o cálice da ira de Deus que será derramado. É sobre esse cálice que ele ora no Getsêmani: “Pai, se possível passa de mim esse cálice. Contudo, não seja feita a minha vontade, mas sim a tua”. O Pai o conduz ao vale da sombra da morte e, pela vontade do Pai, ele bebe o cálice até a última gota. Assim, ele não destrói os inimigos, que somos nós, antes, ele os transforma em amigos e filhos de Deus. Ele morre a nossa morte em nosso lugar para nos dar vida.

4) O Resultado da Salvação do Senhor – O Salmista se dirige ao ouvinte

Por fim bondade e misericórdia perseguirão o povo de Deus. Por todos os dias. Porque ele tomou o cálice da ira de Deus em nosso lugar, porque ele venceu a morte e é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, por causa de sua justiça, bondade e misericórdia que são dele e que vem dele, perseguem aqueles que foram conquistados por ele. Tudo que é bom, e o amor leal de Deus os seguem por onde forem.

Bondade e misericórdia me seguirão todos os dias:

Bondade é aquilo que Deus dá para todos. A chuva. A graça comum. Deus é bom. O Sol nasce porque Deus na sua bondade resolveu deixar o universo funcionando.

Hesed – Misericórdia. Quer dizer Amor leal. Esse não é para todos. É a graça de Deus em hebraico. Deus promete esse amor inabalável para quem está em aliança com Ele. As misericórdias do Senhor vêm sobre nós porque seu filho pagou o preço.

Acompanharão, Seguirão: Palavra hebraica é Perseguir (sempre é usada no sentido negativo). Deus é tão extraordinário que somos perseguidos por Deus. Ele vai nos pegar. Posso nem perceber, mas quando menos espero, Deus me pega. Independente da minha vontade.

E habitarei na casa do Senhor para sempre: Então podemos ser salvos.

Aplicação

1) devemos confiar em Deus como nosso pastor

2) Devemos adorar a Deus em todas circunstâncias

3) Devemos imitar a Cristo em nossa entrega e disposição em servir a Deus e tomar a nossa cruz

4) Devemos confiar na Graça e amor de Deus que nos perseguem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: