Salmo 12.1,2: Auxílio contra os lábios bajuladores

“Socorro, Senhor! Porque já não há homens piedosos; desaparecem os fiéis entre os filhos dos homens. Falam com falsidade uns aos outros, falam com lábios bajuladores e coração fingido”. Salmos 12.1,2 

Vivemos em meio à uma sociedade imagética. A imagem é tudo. As pessoas estão mais preocupadas com o que parecem ser do que com o que realmente são. Pouco importa se na mesa ninguém está se falando porque estão nas redes sociais, mas tiram uma foto do momento e da comida como se estivessem tendo um grande momento em família. Há pastores que são “grandes homens de Deus” na igreja, e maridos e pais terríveis em casa. Quando olhamos para as Escrituras somos chamados a viver uma vida de integridade, não fingida. Devemos ser e não apenas demonstrar ser. 

Davi, quando escreve esse salmo, percebe que, mesmo em meio ao povo de Deus, não existiam homens piedosos. A palavra usada por Davi é a palavra hebraica hasiyd, que aqui é traduzida como “piedosos”. Em outros lugares a mesma palavra é traduzida como: “santo” (1Sm 2.9), “fidedigno” (Dt 33.8), “benigno” (2Sm 22.26), “compassivo” (Jr 3.12). Não havia homens fiéis em Israel. Contudo, mesmo sendo infiéis, eles queriam aparentar uma santidade e fidelidade que não tinham. Viviam em uma sociedade baseada na aparência. 

Os impiedosos em primeiro lugar, falam com falsidade. Eles não são sinceros em suas palavras, falam mentiras com o intuito de serem bem vistos, de estarem bem com todos. Um homem piedoso é sincero em suas palavras. Ele fala a verdade ainda que isso o leve a sofrer o dano. O interesse do seu coração é agradar a Deus e não a homens. Em segundo lugar, os impiedosos falam com lábios bajuladores. Eles fazem elogios mentirosos com o intuito de levarem vantagens. Sua bajulação não visa exaltar aqueles que estão elogiando, mas apenas a si mesmos. Eles querem ser bajulados e por isso bajulam. Diferentemente dos bajuladores, o servo de Deus é chamado a mostrar o erro em amor. Ele não dirá que está tudo bem quando o pecado está evidente. Por fim, os impiedosos tem o coração fingido. Eles são hipócritas que mostram no exterior algo totalmente diferente do que está dentro deles. Enquanto maquinam o mal, querem mostrar ser bons. Fazem elogios, mas maquinam o mal contra seu próximo. 

Ao contrário desses, aqueles que temem a Deus têm o coração sincero. Eles desejam o bem daqueles que estão ao seu redor, e por isso os chamam ao arrependimento. 

Que Deus nos ajude a ser piedosos e nos auxilie contra os lábios bajuladores. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: