1Pedro 1.22-25: Deus nos salvou para amarmos

1Pedro 1.22-25: DEUS NOS SALVOU PARA AMARMOS  Introdução:  Roy Riegels, jogador extraordinariamente talentoso, no dia primeiro de janeiro de 1929, em uma partida de Futebol Americano no estádio Rose Bowl na Califórnia, correu por 58 metros enquanto setenta mil pessoas gritavam.  Ele estava determinado a vencer a partida, mas em vez disso, ele correu para... Continuar Lendo →

Anúncios

1Pedro 1.13-21: Deus nos salvou para sermos santos

1Pedro 1.13-21  MENSAGEM: DEUS NOS SALVOU PARA SERMOS SANTOS  Introdução:  Tio Ben fala ao seu sobrinho Peter Parker, o homem-aranha pouco antes de morrer em um assalto: “"Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades". Somos regenerados, revestidos de poder para ser santos.  Contexto:  Indicativo antes do Imperativo  Em boa sequência bíblica, esta declaração detalhada dos atos... Continuar Lendo →

Marcos 15.16-39: A Vitória do Rei

Marcos 15.16-39 Tema: A Vitória do REI  Segundo relatou a revista “Placar” em edição de março de 1999, com o título “Um presente para a mãe do zagueiro”: A Versão: O Vasco vencia o Santos, no Maracanã, por 2 a 0. Os zagueiros Brito e Fontana infernizavam Pelé, perguntando um para o outro: “Cadê o... Continuar Lendo →

Efésios 2.11-22: O Plano do Deus Triúno

Ef 2.11-22 Em 5 de agosto de 2010, parte da mina de San José, no Chile, desmoronou. A tragédia deixou 33 mineiros presos a quase 700 metros de profundidade, com temperaturas de 40ºC, elevada umidade e quase nada de comida ou água potável. As previsões iniciais eram de que não haveria sobreviventes, mas, 17 dias depois do... Continuar Lendo →

Gênesis 37.26-27: Mudança de Epitáfio

Gn 37.26  A GRAÇA QUE GERA RECOMEÇOS  Introdução:  Alfred Nobel Químico, Inventor da Dinamite e ficou rico por isso. Em 1888, a morte de outro de seus irmãos, Ludvig, na França, acarretou a publicação de alguns obituários errôneos nos jornais. Diários franceses informaram que era Alfred Nobel quem havia falecido. Assim, essa situação trágica lhe... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑